Para bom entendedor…

Quando comprei o aparelho de DVD (aquele com Divx), ele veio com um disco com 3 filmes. Um deles era o Efeito Borboleta. Eu já tinha visto o Director`s Cut mas não tinha assistido ainda a versão que foi ao cinema.

Pois bem, a versão do diretor é mais down, mais pesada e sem esperança mas foi a que eu mais gostei. Essa dos cinemas é bacana e tal mas o fim meio que acaba com o filme. Não é tão radical mas é regular. Mas o mais legal desse filme é ver que às vezes pequenas mudanças tiram tudo do prumo. E o que era sólido se torna líquido e fácil de evaporar.

Ultimamente tenho pensado muito nisso. Quando o sólido se torna líquido. Muitas certezas vão caindo por terra. Muitas dúvidas vem aparecendo a cada dia. A única coisa certa é que tudo pode mudar.

Eu não quero que nada mude. Quero que as coisas se resolvam. Todas elas. E que as mudanças geradas por essa resolução façam com que o líquido volte a se tornar sólido e que não evapore.

2 thoughts on “Para bom entendedor…”

  1. Bonito. Eu vi o filme, versão cinema, e fiquei com sensação diferente. Não são as mudanças que tiram as coisas do prumo. São as opções que cada um faz. A vida é feita de opções. A diferença entre o Bill Gates e o técnico de informática da sua empresa, é que o Bill fez as escolhas certas desde pequeninho. Ou não.

  2. Cara, já assisti às duas.
    Como assisti a primeira vez no computador, claro, puxado pela internet, gostei do filme.
    Era aquele em que no final ele morre no ventre da mãe ainda no hospital.
    Qual não foi a minha surpresa quando peguei na locadora e vi que o final oficial era outro…
    Fiquei chocado!

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.