Hoje a Franfran postou no twitter

A única coisa que se faz é tratar blogs como imprensa comum. só muda o veículo. só se embala o approach em um pacote mais bonitinho.

Logo depois começamos a conversar sobre isso no MSN. Segue o papo sem correções, ajustes ou pontuação. Quem entender, entendeu:

Eu: o approach é o mesmo que há com a mídia. A diferença é que blogueiros não estavam acostuamdos aos mimos

Franfran: é, mas isso vai mudar fácil
eu ainda não consigo pensar em um jeito de usar isso melhor, mas sei que tem que existir

Eu: eu tb não sei o melhor approach

Franfran: senão fica uma coisa meio burra até… produto em blog era legal porque era espontâneo…. agora já está perdendo a credibilidade. é interrupção, é propaganda no lugar mais errado, melhor botar banner afinal o.O

Eu: alias, tem maneira sim. sem jabá apenas com conteudo

Franfran: faz sentido

Eu: deixa as coisas claras e não parece estar comprando o cara
mas o cara pode interpretar qq coisa como jaba
convite para testar um carro, para uma pre-estreia e por aí vai
mesmo que o conteúdo dependa dessa experiência

Franfran: mas é uma coisa que eu ando me questionando
ultimamente, mais como blogueira do que mídiasocialzeira
até pré-estréias e eventos, mesmo sendo experiências e não exigindo posts, já está ficando irritante. Porque daí é imprensa normal, isso que quero dizer
cabine de imprensa. é um jeito antigo de fazer algo novo

Eu: se o conteudo depender disso, é o jeito
cinema amplifica a experiencia. Mas blogs são imprensa normal. A unica diferença é que são formados por não-jornalistas. Só vai tirar a legitimidade das opiniões dos blogs quando isso interferir no conteúdo

Franfran: tou só questionando, porque ach oque essa é a melhor forma agora de fazer isso… mas pra mim está tirando a coisa mais legítima de blogs
conteúdo original, não pasteurizado
Essa semana, nos “blogs famosos” a gente só leu LG na Moda e evento da Samsung. E toda semana tá assim…é quase que ir na banca e ver o Paulo Coelho na capa de todas as revistas

Eu: sim mas é relevante? digo, os blogs que falaram tinham alguma coisa a ver com conteúdo/produto ou foram apenas para marcar presença?sem relevancia, vira Caras. Com relevancia e mantendo a personalidade dos blogueiros e blogs faz sentido. O problema é que quem convidou tratou como se fosse lista de celebridades e foda-se se eles são relevantes para aquele assunto. O blogueiro so topou e foi pelo boca livre como qualquer ex-BBB.

O que eu noto é que falta um pouco de critério das agências que têm feito ações com blogueiros. A impressão que tenho é que o PR se tornou mais importante que a relevância do assunto/produto com blogs. Mas tem o outro lado também. Se os blogueiros não se protegem desse tipo de approach, acabam sendo coniventes com uma possível falta de credibilidade dos blogs no futuro.

A pergunta que não quer calar é: Será que se o evento não fosse boca-livre, se brindes não fossem distribuídos a relevância do assunto/produto seria lembrada e a oferta negada?

Espero que o James esteja errado.